Tecnologia para Negócios. : Aula & Consultoria. 

Como a contextualização adequada do conteúdo pode fazer a diferença para seu público

Quem nunca precisou apresentar um trabalho, um produto, uma ideia, algum tipo de resultado ou compartilhar conhecimento? As apresentações ou mesmo a criação de conteúdo fazem parte do cotidiano de todos os profissionais. Vender algo ou uma ideia faz parte das nossas rotinas e é uma das habilidades das mais importantes no mercado de trabalho.

Em uma apresentação de qualquer natureza ou mesmo na produção de conteúdos exibidos de diferentes formas, prender a atenção da audiência é muito importante mas, ao mesmo tempo, é um grande desafio. O tempo é um elemento valioso e cada vez mais vem sendo disputado e o foco de cada um estará direcionado para aquilo que ela julga ser mais relevante no momento.

A atenção das pessoas é indispensável para obtenção do resultado final. Ao prender a atenção você está envolvendo o seu público, colocando o seu conteúdo como foco, o que abre as portas para que o resultado desejado por você seja alcançado.

Mas como ganhar o foco das pessoas? Como fazê-las prestar atenção em meio a tantas distrações? Um dos segredos está na contextualização do seu conteúdo. Na educação, por exemplo, essa técnica de contextualização é fundamental para o sucesso de uma aula ou de um material para estudos. Mas essa mesma técnica serve para qualquer contexto profissional em que seja necessário apresentar alguma coisa, vender algo ou alguma ideia.

Tudo começa com conhecer bem o seu público , isto é, traçar o perfil da sua audiência. Fatores como idade, estilo de vida, nível educacional, expectativas, dentre outras coisas, vão te ajudar a entender o perfil daqueles com os quais você irá se comunicar e qual é a forma ideal desta comunicação. Uma boa comunicação e, principalmente, o convencimento só ocorrerá se houver um alinhamento mínimo entre a mensagem que você deseja passar e as expectativas do seu público.

Com relação à mensagem esta deve estar adequada ou perfil, ou seja, a mensagem deve ter uma roupagem condizente com as características da sua audiência. Nesse aspecto você deve estar atento a fatores como: linguagemvocabulário algo mais técnico? Formal? Informal? adequado para a idade?, condução mais descontraída ou mais séria?, recursos utilizados vídeos? imagens? sons?, tempo de apresentação, etc.

Além do formato da mensagem em si descrita anteriormente, na outra ponta, está algo primordial: o alinhamento entre o que será dito e as expectativas da audiência. De nada adianta um conteúdo maravilhoso e relevante se seu público não conseguir perceber o valor da mensagem.

E para dar um exemplo mais prático, vou citar situações que convivo na minha rotina de professor universitário. Uma das disciplinas que leciono é a Inteligência Artificial. Essa mesma disciplina é ofertada em diferentes cursos: ciência da computação, jogos digitais e engenharia elétrica. O conteúdo a ser trabalhado nos três cursos é basicamente o mesmo, entretanto, os públicos são distintos e precisam perceber o valor do conteúdo para que tenham a atenção direcionada para a aula.

Um dos conteúdos que ensino chama-se Buscas . De uma maneira muito simplificada, consiste em encontrar por meio de diferentes algoritmos as melhores rotas entre diferentes pontos. Para ficar mais claro, imagine um mapa de uma cidade e que se deseja encontrar uma rota que leve do ponto A até o ponto L veja a imagem abaixo…

A essência a ser ensinada dos algoritmos que fazem esses cálculos de rota é a mesma, independentemente do curso que eu esteja dando aula. Entretanto, em vez de apresentar a teoria apenas como pontos sem nenhum contexto, pode dificultar a retenção da atenção da audiência alunos.

Repare que trazer o conteúdo para o contexto das pessoas pode modificar toda a dinâmica da aula. Na figura a seguir, o mesmo conteúdo é tratado num contexto associado ao mundo dos jogos há um personagem Super Mário que deseja se deslocar em um cenário de um jogo e o objetivo é verificar como os algoritmos calculariam uma rota para o personagem. Pode parecer pouco, mas isso faz toda a diferença no engajamento dos alunos.

Os pontos pretos e sem vida da figura anterior ganham todo um contexto em um mundo que faz parte do dia a dia da audiência. Eles passam a enxergar a teoria de uma outra forma, se sentem muito mais envolvidos, têm a sua atenção retida, pois aquele cenário vai ao encontro das suas expectativas como a teoria se aplica ao mundo prático que eles vivenciam.

O mesmo problema, para os alunos de ciência da computação, poderia ser apresentado como uma busca de rotas de transferência de dados entre computadores…

Para a turma de engenharia elétrica o mesmo problema poderia ser visto como cálculos de rotas de distribuição de energia elétrica…

Portanto, a dica é: personalize o conteúdo para o seu público alvo, a mesma mensagem é percebida e recebida de diferentes maneiras pelas diferentes audiências. Isso faz toda diferença na comunicação, envolvimento e engajamento das pessoas. Você obterá resultados muito melhores em termos de comunicação se fizer isso.

Lembra da história da roupagem? Pois é , além do conteúdo em si você pode adicionar elementos extras claro, dependendo da sua audiência. Aí vale à pena incluir elementos que criam toda uma história para conexão com o conteúdo…

Além disso, o contexto pode vir com um pouco de humor também… Isso ajuda no processo de conexão entre você e sua audiência…

Das próximas vezes que você for preparar um apresentação profissional, lembre-se que cativar o público é o primeiro passo de um processo comunicativo e isso ajuda a aumentar as chances para que você atinja seus objetivos. Mas da mesma forma que uma mensagem bem passada é um grande sucesso, uma mensagem colocada de forma errada com contexto inadequado pode pôr tudo a perder. Conheça bem o seu público, faça pequenos testes até ter certeza de que tudo esteja adequado. Te desejo sucesso nas suas próximas apresentações!

Muito obrigado por sua leitura! Se você gostou deste texto ou se ele foi útil de alguma forma, faça-me saber deixando um like ou comentando. Para quem produz conteúdo essa interação é uma importante fonte de motivação para continuar escrevendo. E se você quiser me seguir por aqui para ser notificado e acessar os conteúdos que produzo, será muito bem vindoa! :

Resolvi reunir todos artigos que escrevi até o momento de uma forma de mais fácil acesso, com possibilidade de pesquisa por palavras-chave e conteúdo. Assim, você consegue encontrar mais facilmente aquele texto que pode ser útil e te ajudar de alguma forma. Basta acessar o link:

A propósito, aproveito a oportunidade para compartilhar contigo outros projetos que desenvolvo aqui no LinkedIn.

Livro Carreira sem atalhos: Uma conversa sobre carreira com aqueles que estão recomeçando a vida profissional :

Jogo da Carreira: material que tem a intenção de levar os profissionais a refletirem sobre suas carreiras:

Papo-Carreira: Entrevistas com profissionais de diversas áreas numa conversa sobre carreiras.

Se você encontrou um erro de ortografia, notifique-nos por favor, selecionando o texto e pressionar Ctrl + Enter.

Distribuído porBetterDocs

Aulas & Consultoria chame agora:

Relatório de erros de ortografia

O texto a seguir será enviado para nossos editores: