Estímulo externo

Você ainda precisa de um estímulo externo?

Ou simplesmente não tem como se concentrar? Os motivos podem ser muitos, múltiplos.

Como por exemplo

— o colega de trabalho que não se cala;

— o vizinho que ama uma música bem estranha, de gosto duvidoso;

—  trabalhando em casa e ter que ouvir seus filhos, sobrinhos, irmão mais novo, estudando aquela velha matéria que enjoamos de estudar. — A tabuada então; nem se fala!

—  aquela construção interminável e para quem precisa se concentrar para o trabalho o “bagulho é tenso”;

Então, pode ser que você não precisa de um estímulo externo. É uma necessidade que foge do seu controle. Para que você permaneça focado, centrado.

Algumas opções que gosto é colocar violino ou piano, música clássica. Mas tem um problema, eu relaxo demais e o serviço não sai, ou fico só no mundo das ideias.

Criei uma lista na “Amazon Musisc” só com o “Pop Rock Brasil”, da minha adolescência. Há muito tempo atrás, das bandas de Rock na garagem e quintal de casa. 

— Pode parecer loucura! Foi só colocar o “Pop Rock” para eu conseguir escrever este texto. — Tive que terminar de fazer o almoço primeiro, claro. 😉

Estamos juntos, faz parte recorrer a um fone de ouvido, caixinha de som, “caixa de abelha” (som ruim, zuando), até o celular tocando a música que nos faz bem!

O negócio é empreender com foco!

Observação

Hoje é dia do Professor, 15/10/2020, como acho “show” ensinar tecnologia, escrevi este texto para dar vazão às ideias, do nosso Dia.

Alice (filha caçula) faz 10 anos amanhã. Então fica me perturbando por todo e qualquer motivo. 

Samuel (único filho) faz 13 em breve. Então fica no PS achando que posso parar para ver os golpes e/ou participar das “Battles”

Rolar para cima